VARIAÇÕES

VARIAÇÕES

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

COMO UMA ONDA / L. Santos e N. Motta

Nada do que foi será
De novo e do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas, como um mar
Num indo e vindo infinito
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora, aqui dentro sempre
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

UMA BRASILEIRA / C. Brown e H. Viana

Rodas em sol, trovas em dó
Uma brasileira, ô
Uma forma inteira, ô
You, you, you
Nada demais
Nada através
Uma légua e meia, ô
Uma brasa incendeia, ô
You, you, you
Deixa o sal no mar
Deixa tocar aquela canção
One more time, ai ai
One more time, ai ai
One more time, ai ai ai
Tatibitate
Trate-me, trate
Como um candeeiro, ô
Somos do interior do mi...lho
E este ão de são
Hei de cantar naquela canção
One more time, ai ai
One more time, ai ai
One more time, ai ai ai
Nada demais
Nada através
Uma légua e meia, ô
Uma brasa incendeia, ô
You, you, you
E este ão de são
Hei de cantar naquela canção
One more time, ai ai
One more time...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

FIRMAMENTO / Cidade Negra


O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
Forte, sorte na vida,
Filhos feitos de amor...
Todo verbo que é forte
Se conjuga no tempo
Perto, longe o que for
Você não sai da minha cabeça
E minha mente voa
Você não sai, não sai, não sai, não sai...
Entre o céu e o firmamento
Não há ressentimento
Cada um ocupando o seu lugar
Não sai não, não sai, não sai, não sai, não sai...
O que é que eu vou fazer agora
Se o teu sol não brilhar por mim
Num céu de estrelas multicoloridas
Existe uma que eu não colori
Forte, sorte na vida,
Filhos feitos de amor...
Todo verbo que é forte
Se conjuga no tempo
Perto, longe o que for
Você não sai da minha cabeça
E minha mente voa
Você não sai, não sai, não sai, não sai...
Entre o céu e o firmamento
Existem mais coisas que julga
O nosso próprio pensar
Que vagam como o vento
E aquele sentimento e amor eterno
Entre o céu e o firmamento
Existem mais coisas do que julga
O nosso próprio entendimento
Que vagam pelo tempo
E aquele juramento de amor eterno

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

LANTERNA DOS AFOGADOS

Quando tá escuro
E ninguém te ouve
Quando chega a noite
E você pode chorar

Há uma luz no túnel
Dos desesperados
Há um caís de porto
Pra quem precisa chegar

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar

Uma noite longa
Pra uma vida curta
Mas já não me importa
Basta poder te ajudar
E são tantas marcas
Que já fazem parte
Do que sou agora
Mas ainda sei me virar

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar

Uma noite longa
Pra uma vida curta
Mas já não importa
Basta poder te ajudar
E são tantas marcas
Que já fazem parte
Do que sou agora
Mas ainda sei me virar

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar

Herbert Vianna

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

LILÁS / Djavan


Amanhã
Outro dia
Lua sai
Ventania abraça
Uma nuvem
Que passa no ar
Beija, brinca
E deixa passar
E no ar
De outro dia
Meu olhar
Surgia nas pontas
De estrelas perdidas no mar
Pra chover de emoção
Trovejar
Raio se libertou
Clareou
Muito mais
Se encantou
Pela cor lilás
Prata na luz do amor
Céu azul
Eu quero ver
O pôr do sol
Lindo como ele só
E gente pra ver
E viajar
No seu mar de raio

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

QUE SELO MANEIRO! VALEU ANA!



Que selo maneiro! Foi a Ana quem me passou. Muito obrigada.

Vou repassar para outras pessoas , ok.

Beijos.

1. Exiba a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro" que vc acabou de ganhar!
2. Poste o link do blog que te indicou.
3. Indique 10 blogs de sua preferência.
4. Avise seus indicados.
5. Publique as regras.
6. Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.
7. Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação. Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.

Os indicados:

http://angolabela.blogspot.com/

http://cultural-mente.blogspot.com/

http://duartehouse.blogspot.com/

http://literatrices.blogspot.com/

http://literatrice.blogspot.com/

http://romyzeta.blogspot.com/

http://45segundos.blogspot.com/

http://luxluxvariedades.blogspot.com/

http://passeandopelaterra.blogspot.com/

http://vidacorrente.blogspot.com/

É isso aí!

Beijos.

O MEDO DE AMAR É O MEDO DE SER LIVRE

O medo de amar é o medo de ser
Livre para o que der e vier
Livre para sempre estar
Onde o justo estiver

O medo de amar é o medo de ter
De a todo momento escolher
Com acerto e precisão
A melhor direção

O sol levantou mais cedo e quis
Em nossa casa fechada entrar
Pra ficar

O medo de amar é não arriscar
Esperando que façam por nós
O que é nosso dever
Recusar o poder

O sol levantou mais cedo e cegou
O medo nos olhos de quem foi ver
Tanta luz

Beto Guedes e Fernando Brant