VARIAÇÕES

VARIAÇÕES

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Conversando com Horácio Baunn - Celso Blues Boy


Quando vejo um trem descendo na montanha
Me lembro de um tempo que passou
Boas amizades e lugares que um vento forte devastou
Havia alegria na cidade, ninguém sabia que viria a tempestade
Que em sua fúria transformou tudo em inveja e falsidade,
Ninguém sabia o que seria a tempestade...
Mas quando eu vejo um trem,
Mas quando eu vejo um trem
Hoje ando por entre as ruínas
Como andarilho desse caos que nos restou
Parece que só eu ainda lembro
Daquele tempo que o vento devastou
Havia alegria na cidade, ninguém sabia que viria a tempestade
Que em sua fúria transformou tudo em inveja e falsidade,
Ninguém sabia o que seria a tempestade...
Mas quando eu vejo um trem,
Mas quando eu vejo um trem
Hoje ando por entre as ruínas
Como andarilho desse caos que nos restou
Parece que só eu ainda lembro
Daquele tempo que o vento devastou
Havia alegria na cidade, ninguém sabia que viria a tempestade
Que em sua fúria transformou tudo em inveja e falsidade,
Ninguém sabia o que seria a tempestade...
Mas quando eu vejo um trem,
Mas quando eu vejo um trem...

quarta-feira, 18 de julho de 2012

"MOMENTOS QUE VIRAM HISTÓRIAS"

"Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante"

Roberto Carlos