VARIAÇÕES

VARIAÇÕES

sábado, 4 de março de 2017

COISAS DE GUIMARÃES ROSA

“(...) no meu silêncio, estou sempre de olho no que os vaqueiros fazem. Chamam-me de aprendiz e é isso o que sou na verdade. Ainda não sei muito da vida vaquejada, mas, nas caçadas, vou silencioso e atento para não espantar os bichos. Ao redor das fogueiras, nas noites escuras, ouço atento as histórias sem fim.”